E você sabe de uma coisa engraçada sobre a faxina? Ela nunca chega ao fim e é uma maneira perfeita de barrar uma mulher

Texto da poeta estadunidense em torno do boicote criativo e de vida das mulheres, Clarisse Pinkola

” já vi mulheres que insistem em limpar tudo na casa antes de poderem sentar-se para escrever… e você sabe de uma coisa engraçada sobre a faxina? Ela nunca chega ao fim e é uma maneira perfeita de barrar uma mulher. 

Uma mulher deve ter cuidado para não permitir a excesso de responsabilidade (ou over-Respectabilty) para roubar as suas necessidades criativas necessárias, inspirações e êxtase. Ela simplesmente deve bater o pé e dizer não para metade das coisas que ela acredita que “deveria” estar fazendo. A arte não é destinada a ser criada em momentos roubados apenas.”