Porque nunca fui Gabriela

By Julho 4, 2019RESISTÊNCIA, SOCIAL

Porque nunca fui Gabriela

Todo mundo conhece o pai de Camila Pitanga, Antônio Pitanga, ícone do cinema brasileiro, um dos atores mais relevantes da nossa história. Mas vocês sabiam que a mãe dela também era atriz e foi cogitada a interpretar ‘”Gabriela”?

Na época do lançamento da novela Gabriela (1975), foram cogitados nomes de algumas atrizes, uma das apostas mais fortes era a de Vera Manhães, casada na época com Antonio Pitanga.

Vera foi recusada pela direção da globo por “não ter o tipo físico ideal para interpretar a personagem”. A escolha de Sonia Braga causou um grande desconforto, porque muitos viram nisso uma tentativa de embranquecimento da personagem (que aconteceria em outras histórias de Jorge Amado adaptadas pro cinema e pra televisão).

 

 

Achei essa entrevista aqui dela falando sobre tudo isso e achei bem interessante, é da “revista amiga” de maio de 75.

“Quando a Globo resolveu fazer a novela baseada no romance do baiano Jorge Amado, Gabriela Cravo e Canela, Vera Manhães foi apontada como uma das fortes candidatas ao papel. Ela é mulata de verdade e tem uma estampa quase fiel à imagem que muitos fazem da personagem, lendo o livro. Apesar disso, a Globo não se interessou e até desprezou a atriz, através de uma carta em que Boni – superientende de produção e programação da emissora – disse que Vera não tinha nem tipo físico para o papel e muito menos talento. Foi um fato bastante desagradável, que deixou muita gente constrangida, principalmente a atriz.
‘Por que não fui Gabriela? Acho que essa pergunta não deve ser feita a mim, mas sim à direção da Globo.’
‘Acho Sonia uma excelente atriz e na certa ela conseguirá levar o papel muito bem. O negócio é com a direção. Afinal, de todas as novelas de que participei, sempre fiz papel da empregadinha (O Cafona, Bandeira 2, O Bofe e alguns especiais). Não que eu tenha pretensões de ser uma grande estrela, não. Quero apenas ter as mesmas oportunidades que outras atrizes tiveram. A verdade todo mundo enxerga, menos a direção da Globo.'”

(Texto postado por Augusto César no grupo Cinefilia)

Biografia

Vera trabalhou como atriz, modelo e dançarina na década de 70.

Era uma das favoritas de Glauber Rocha.

Deu aulas de dança em casa, tendo por clientes famosos como a atriz Regina Duarte.

Foi casada com o ator Antônio Pitanga até o ano de 1986, e teve com ele os filhos Camila Pitanga e Rocco Pitanga. Após a separação o ex-marido ficou com a guarda dos filhos, então com 9 e 6 anos, respectivamente, pois segundo ela, por problemas de saúde dela, o ator teria melhores condições de criá-los.

A atriz deixou então a televisão, por não mais ser convidada para trabalhos na Rede Globo, onde atuou até o início dos anos 1980. Desde então trata o transtorno psiquiátrico, e mora em Itaipuaçu, no Rio de Janeiro, numa casa adquirida pela filha Camila.  Sobre a ausência materna Camila declarou: “Eu não fui criada afastada da minha mãe, ela não foi ausente, só que eu morava no Rio e ela nem sempre. Conseguimos restabelecer nossa intimidade. Não queremos resgatar o tempo perdido, e sim viver o agora, numa boa, sem pressa.